sexta-feira, 8 de abril de 2016

Oposição atinge maioria para aprovar relatório; 274 deputados apoiam impeachment

Estadao Conteudo
Hoje em Dia - Belo Horizonte
08/04/2016 - 09h24 - Atualizado 09h33
14 deputados integrantes da CMO não se reelegeram
14 deputados integrantes da CMO não se reelegeram
A mudança de posicionamento do deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) fez a oposição atingir a maioria dos votos na Comissão Especial do impeachment para aprovar o parecer do relator, deputado Jovair Arantes (PTB-GO). Trinta e três deputados disseram que vão referendar o documento de Jovair, favorável ao afastamento da presidente Dilma Rousseff, com base nas pedaladas fiscais.

Até as 23h desta quinta-feira, o Placar do Impeachment do jornal O Estado de S. Paulo mostrava que, no colegiado, 20 deputados devem ser contra o parecer, enquanto nove estão indecisos. Os parlamentares Weliton Prado (PMB-MG), Edio Lopes (PR-RR) e Jhonatan de Jesus (PRB-RR) não quiseram responder à reportagem. A votação do parecer está programada para segunda-feira, dia 11.

Até quarta-feira, Maluf, que foi governador e prefeito de São Paulo, havia se declarado contrário ao afastamento da presidente. Primeiro, o deputado mudou de posição dizendo que ficara indeciso para, mais tarde, dizer que havia decidido pelo impeachment da presidente.

No começo da noite de ontem, o placar geral mostrava que, aprovado o relatório de Jovair na comissão, o afastamento da presidente contava com a intenção de voto de 274 deputados federais.

Contrários ao impeachment se declararam ontem 114 parlamentares. Outros 63 permaneciam indecisos enquanto 62 não responderam. Para passar no plenário da Câmara, o relatório tem de ser aprovado por 342 deputados. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Nenhum comentário:

Loading...

Arquivo do blog