quarta-feira, 27 de abril de 2016

Paim diz a movimentos sociais que Dilma será afastada

Por: Severino Motta
Paim: uma coisa e outra coisa
Paim: uma coisa e outra coisaEm reunião com Renan Calheiros (PMDb-AL) e movimentos sociais ligados ao PT, como o MST e o MTST, o senador Paulo Paim (PT-RS) foi sincero com seus interlocutores: “A admissibilidade [do impeachment] está dada, não adianta a gente se enganar”.
O senador aposta suas fichas, agora, numa eventual absolvição de Dilma Rousseff ao final dos até 180 dias que a petista ficará afastada.
Segundo ele, apesar da frágil base não contar com os 28 votos necessários para salvar o mandato, a oposição também não contaria com os 54 para derrubá-la definitivamente.
Apesar da notícia ruim para os movimentos, Paim levou esperança e conseguiu aplausos da turma ao dizer o seguinte: “[Eduardo] Cunha é uma coisa, e Renan [Calheiros] é outra”.

Nenhum comentário:

Loading...

Arquivo do blog