quarta-feira, 4 de maio de 2016

Deputado do PT empurra policial durante invasão na Assembleia

Secundaristas

Imagens mostram o deputado em meio à confusão, numa espécie de um cordão de isolamento entre a PM e os secundaristas

PUBLICADO EM 03/05/16 - 22h03
Durante a invasão dos estudantes na Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), nesta terça-feira (3), o deputado João Paulo Rillo (PT) agrediu um policial militar no plenário.
As imagens mostram o deputado em meio à confusão, numa espécie de um cordão de isolamento entre a PM e os secundaristas. Irritado, o petista empurra com violência um dos policiais. É possível ouvir pessoas gritando "calma, Rillo". Uma delas diz: "Aí fez cagada".
Procurado, Rillo disse ter "reagido a uma truculência da polícia, que insistia em retirar os estudantes à força do plenário". "A ocupação é legítima, é uma manifestação democrática. Infelizmente, a PM começou a agir sem a autorização do presidente da Casa (Fernando Capez)", diz o deputado.
"Eles (os estudantes) fecharam as entradas (do plenário, com cadeiras), estava tudo acertado. Aí veio do nada a polícia e começaram a retirar as cadeiras e arrastar os estudantes. Não vou permitir violência policial com os estudantes dentro da Assembleia", afirma o petista.
Ele admite, no entanto, que se excedeu. "Infelizmente foi uma atitude desnecessária, mas sofri chutes embaixo e os policiais desrespeitaram acordo prévio. Vi os policiais esmagando a mão de uma jovem", afirma.
"Vergonha é roubar merenda", completa, em referência à máfia da merenda - os estudantes que invadiram a Alesp pedem a instalação de uma CPI para investigar propinas obtidas a partir do superfaturamento da merenda nas escolas estaduais.
Segundo o deputado, em "vários outros vídeos" é possível ver que ele estava "pedindo calma". Rillo cumpre o segundo mandato como deputado estadual, cargo que ocupa desde 2010.
Ele é um dos fundadores da União Municipal dos Estudantes Secundaristas (Umes) em São José do Rio Preto, SP. Ele presidiu a instituição em 1994 e foi presidente do PT na cidade, com 18 anos, e em 2004, foi eleito vereador.

Nenhum comentário:

Loading...

Arquivo do blog