quinta-feira, 12 de maio de 2016

Mulher diz que é 'marido' de Dilma e tenta invadir Palácio do Planalto

- Atualizado em
Edmeire é imobilizada pelos seguranças da guarda presidencial
Edmeire é imobilizada pelos seguranças da guarda presidencial(Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil/VEJA)
Uma mulher aparentemente embriagada tentou invadir o Palácio do Planalto na noite de terça-feira, declarando ser "o marido" da presidente Dilma Rousseff. Identificada como Edmeire Celestino da Silva, de 29 anos, ela chegou a subir parte da rampa externa do edifício antes de ser contida pelos seguranças da guarda presidencial.
Edmeire ignorou dois tiros de balas de borracha dados pela guarda como sinal de advertência e trocou socos com um dos seguranças até ser imobilizada com a ajuda de outros funcionários. Ela usava roupas sujas, estava descalça e portava uma foto de Dilma no bolso. Enquanto aguardava o carro do Corpo de Bombeiros que a encaminharia para um albergue, Edmeire, bastante confusa, falou que queria se casar com a presidente.
Publicidade
Horas antes, pela manhã, ela já havia tentado entrar no Palácio do Planalto, mas acabou repelida pelos seguranças.

Nenhum comentário:

Loading...

Arquivo do blog