quarta-feira, 20 de julho de 2016

Tribunal suspende processo do mensalão tucano

reeleição de Azeredo

Justificativa foi que, para que o processo continuasse, seria necessário esperar decisão sobre pedido de delação premiada feito por Valério ao MP no processo sobre esquema de financiamento ilegal da campanha

Marcos Valério
Decisão de suspender o processo do mensalão tucano foi a pedido da defesa do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, réu na ação
PUBLICADO EM 20/07/16 - 08h05
A Justiça de Minas Gerais determinou a suspensão do andamento do processo conhecido como mensalão mineiro no Tribunal de Justiça do Estado. A decisão foi a pedido da defesa do empresário Marcos Valério Fernandes de Souza, réu na ação.
A justificativa foi que, para que o processo continuasse, seria necessário esperar decisão sobre pedido de delação premiada feito por Valério ao Ministério Público de Minas no processo sobre esquema de financiamento ilegal da campanha à reeleição do ex-governador tucano Eduardo Azeredo em 1998. Por envolver políticos com foro privilegiado, o pedido de delação precisa ser aceito também pela Procuradoria Geral da República, o que não tem data para ocorrer.
A suspensão ocorreu no dia 1.º de julho. Azeredo já foi condenado a 20 anos de prisão no mensalão mineiro em ação que tramitou separadamente. Valério cumpre pena no mensalão federal.

Nenhum comentário:

Loading...

Arquivo do blog