terça-feira, 22 de maio de 2018

Passeata Final do MAIO AMARELO em Bandeira-MG

Nesta data em finalização ao mes do MAIO AMARELO na Cidade de Bandeira-MG, em parceria com o CRAS, PREFEITURA MUNICIPAL DE BANDEIRA, ASSISTÊNCIA SOCIAL, CONSELHO TUTELAR, E.E. JOÃO DOS SANTOS AMARAL, E.M MARIA MARTINS SOUTO, E.M SÍTIO DO PICA PAU AMARELO, CONSELHO TUTELAR, MAICO MARES, Uma GRANDE passeata foi realizada pelas ruas da Cidade como forma de conscientizar a população na prevenção e mortes em acidentes de trânsito.
Os alunos foram incentivados a irem de roupas AMARELAS, e confeccionarem faixas e cartazes sobre o tema, também foram distribuidos apitos e balões amarelos. Foi utilizado os instrumentos musicais da E.E João dos Santos amaral como forma de abrilhantar o evento.
Houve também a participação do Leão DARE do PROERD o qul nos foi cedido pelo 44º BPM.




Fotos: Sgt Wellington

terça-feira, 15 de maio de 2018

PALESTRA SOBRE TRÂNSITO - MAIO AMARELO - POLÍCIA MILITAR-BANDEIRA/MG

Em data de 15 de Maio de 2.018 no horário de 09:00 às 10:00 horas, foi realizada uma Palestra Educativa sobre o Trânsito, alusiva ao Maio Amarelo (Tema: Práticas saudáveis no trânsito, minhas escolhas podem prevenir acidentes), na Escola Estadual João dos Santos Amaral, houve a participação de aproximadamente 350 alunos, professores e a Diretoria do Educandário. O orador foi o Cabo PM Diogo. A receptividade foi muito boa, todo o assunto explanado foi atentamente absorvido pelos ouvintes/espectadores. Equipe de Policiais Militares participantes:  Sgt Gerson, Sgt Wellington e Cabo Diogo.





Fotos: Sgt Wellington

terça-feira, 8 de maio de 2018

Distribuição de Fraldas Geriátricas em Prol dos idosos da AMAI - (Lar Zita Ferreira) Em Bandeira-MG

Em data de 08/05/2018, foram distribuídas aproximadamente 90 pacotes de fraldas geriátricas arrecadadas durante o 10º FESTIVAL DE DANÇA E MÚSICA DE BANDEIRA, realizado na Quadra Municipal em datas de 04 e 05 de Maio de 2018. Os idosos nos receberam com alegria e satisfação durante o ato. O festival foi realizado em parceria com a população de Bandeira, Maico Mares Vieira, Escola João dos Santos Amaral, Prefeitura Municipal e Polícia Militar de Minas Gerais.






Fotos: Sgt Wellington

segunda-feira, 30 de abril de 2018

PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE BANDEIRA E DEMAIS VEREADORES EM BUSCA DE UMA NOVA VIATURA PARA O DESTACAMENTO DA POLÍCIA MILITAR

PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE BANDEIRA ⛳, MARIA ISABEL NOVAIS LOPES E DEMAIS VEREADORES NO EMPENHO PARA OBTENÇÃO DE UMA NOVA VIATURA POLICIAL MILITAR 🚔 PARA O DESTACAMENTO PM.
Photos: Facebook Maria Isabel


ASSASSINATO EM BANDEIRA -MG


 
Autor Romário
Em data de 29/04/2018 por volta das 18h30min a Polícia Militar de Bandeira-MG foi acionada por populares relatando que a vítima CARLOS tinha tomado uma facada desferida pelo Autor ROMÁRIO na Zona Rural (Fazenda Barra Sêca), o qual teria sido emboscado, que o fato seria devido a uma rixa. Segundo informações o autor ROMÁRIO é contumaz em atentados contra a vida de terceiros, seus familiares residem na Vila Isabel, Município de Macaraní-BA. A vítima foi socorrida ao posto de saúde,onde já entrou sem vida.  As buscas pelo ROMÁRIO e seu comparsa transcorreram por toda a noite. A Policia Militar continua  em diligências  em localidades  próximas da Divisa Minas-Bahia no intuito de efetuar a prisão do autor.
* Breve atualizações.

terça-feira, 24 de abril de 2018

Polícia Federal pede à Justiça que Lula seja transferido da Superintendência de Curitiba

Lula está preso desde o dia 7 de abril, após condenação em duas instâncias no caso do triplex em Guarujá (SP).

Por G1 PR, Curitiba
 
Lula está preso em Curitiba desde o dia  7 de abril (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)Lula está preso em Curitiba desde o dia  7 de abril (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)
Lula está preso em Curitiba desde o dia 7 de abril (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)
A Polícia Federal (PF) confirmou nesta terça-feira (24) que solicitou à Justiça Federal a transferência do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da Superintendência de Curitiba.
O pedido foi protocolado no sistema eletrônico da Justiça Federal na sexta-feira (20). O motivo, segundo a PF, é o custo que tem sido gerado para garantir a segurança do ex-presidente.
A estimativa da PF é de cerca de R$ 300 mil ao mês com diárias, deslocamentos e servidores extras.
A PF também reclama da interferência na prestação de serviços e diz que a custódia é apenas provisória.
Lula está preso desde o dia 7 de abril, após condenação por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, em duas instâncias, no caso do triplex em Guarujá (SP). Ele é o primeiro ex-presidente do Brasil condenado por crime comum.
O ex-presidente está preso em uma sala especial de 15 metros quadrados, no 4º andar do prédio da PF, com cama, mesa, TV e um banheiro de uso pessoal.

Outros pedidos

Neste mês de abril, o Sindicato dos Delegados de Polícia Federal do Paraná (SINDPF/PR) entregou ao superintendente da Polícia Federal no Paraná, Maurício Valeixo, um pedido para que o ex-presidente Lula fosse retirado da sede da corporação.
Na ocasião, o sindicato sugeriu que Lula fosse levado para uma unidade das Forças Armadas. Os delegados argumentaram que a prestação de serviços da corporação estava sendo prejudicada com a movimentação no local decorrente da prisão.
A Prefeitura de Curitiba também pediu a transferência de Lula, em 13 de abril, sob a alegação de que a presença dele no local tem gerado transtornos aos moradores e a funcionários da PF.

domingo, 25 de fevereiro de 2018

POLÍCIA MILITAR DE BANDEIRA-MG APREENDEU ARMAS DE FOGO NA ZONA RURAL

Fonte: Plantão Policial
A guarnição policial recebeu uma denúncia anônima, informando que na fazenda Senhor do Bonfim, no local denominado “Bueira”, haviam alguns indivíduos realizando caça ilegal de animais no local.
Diante o exposto a Polícia Militar compareceu ao local do fato não sendo encontrado ninguém no lugar. Ao realizar uma varredura nas imediações foram encontradas 01 espingarda polveira, 01 garrucha polveira e 01 espingarda de pressão.
As armas foram apreendidas e encaminhadas para a Delegacia de Policia Civil de Almenara.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Funcionalismo divulga datas para pagamento do 13º salário de algumas categorias em Minas

Por Redação , 15/12/2017 às 13:31
atualizado em: 15/12/2017 às 13:44- Itatiaia

Foto: Lucia Sebe/Divulgação
Lucia Sebe/Divulgação
Uma nota divulgada nesta sexta-feira pelo comando da Polícia Militar de Minas Gerais afirma que o 13º salário dos servidores da corporação – aposentados e da ativa – será pago em duas parcelas, nos dias 26 de dezembro e 19 de janeiro.
A informação foi dada pelo comando após reunião, nesta manhã, com o governador de Minas, Fernando Pimentel (PT). A assessoria do governo, porém, ainda não confirma a situação.
O Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais (Sindpol/MG) confirmou ter recebido um comunicado do governo relatando que os policiais civis e os agentes penitenciários também receberão o benefício nessas mesmas datas.
Nas últimas semanas, o governo de Minas tem relatado dificuldades em conseguir dinheiro para depositar o 13º dos servidores. Em entrevista exclusiva à Itatiaia, veiculada nessa quarta-feira (13), o secretário de Planejamento e Gestão do estado, Helvécio Magalhães, afirmou que não há recurso garantido.

Após reunião com comando da PM, governo confirma 13º em duas parcelas

Atraso

Segundo nota oficial divulgada pela corporação, o salário será pago nos dias 26 de dezembro e 19 de janeiro do ano que vem

encontro PM x Pimentel
O comando da PM se reuniu nesta manhã com o governador Fernando Pimentel

PUBLICADO EM 15/12/17 - 13h06
Após policiais militares e bombeiros anunciarem a possibilidade de uma paralisação após o dia 20 de dezembro, o comando da Polícia Militar (PM) anunciou no fim da manhã desta sexta-feira (15) que se reuniu com o governador Fernando Pimentel (PM) e que foi confirmado o pagamento do 13º salário para os militares e pensionistas. O pagamento será feito em duas parcelas, sendo a primeira em 26 de dezembro e a segunda no dia 19 de janeiro de 2018.
"Após ampla e criteriosa negociação nos últimos dias, ficou definido agora no final desta manhã, em reunião realizada com o excelentíssimo senhor governador do Estado, Fernando Pimentel, que os profissionais da Polícia Militar e pensionistas receberão o 13º salário em duas parcelas", diz a nota oficial da corporação, assinada pelo comandante geral Helbert Figueiró de Lourdes.
Ainda segundo o texto, mesmo diante da "extrema dificuldade financeira" que o Estado vive, esta seria mais uma distinção à corporação, "em reconhecimento ao trabalho e resultados alcançados no campo da segurança pública".
Mais cedo, O TEMPO noticiou que às 14h desta sexta, policiais militares, bombeiros e aposentados das corporações fariam um ato público na praça Sete de Setembro, no centro da capital mineira. Além das reivindicações relativas ao parcelamento e a falta de previsão quanto ao pagamento do 13º salário, os policiais também cobram uma reposição salarial. Os manifestantes pretendem queimar caixões durante o ato.
Em apoio aos manifestantes da capital, servidores do Triângulo Mineiro também farão um ato no mesmo horário na praça Tubal Vilela, em Uberlândia.


terça-feira, 7 de novembro de 2017

Polícia prende três criminosos que assaltaram empresa em Uberaba

Rodoban

As prisões ocorreram em Caldas Novas, em Goiás, a 286 quilômetros da cidade mineira

Uberaba
Os três integrantes de gangue que aterrorizou Uberaba no domingo
PUBLICADO EM 07/11/17 - 15h17
A Polícia Militar de Goiás afirma ter prendido nesta terça-feira (7) três integrantes da quadrilha que assaltou nesta segunda-feira (6) a empresa de transporte de valores Rodoban em Uberaba, no Triângulo Mineiro. A corporação relata que pelo menos dois são integrantes da facção Primeiro Comando da Capital (PCC).
As prisões ocorreram em Caldas Novas, em Goiás, a 286 quilômetros de Uberaba. Conforme informações repassadas pelo major Batista, responsável pela ocorrência, foram presos Agnaldo Francisco da Silva Pereira, vulgo Magna - que seria integrante do PCC e teria apresentado documento falso em nome de Agnaldo Fernandes Lima - Anderson Manoel de Souza, vulgo Nativa, também integrante da facção, e Camila Pereira da Silva, esposa do Magna".
Ainda segundo o policial, as prisões foram possíveis "através do compartilhamento de informações entre o Serviço de Inteligência da Polícia Militar do Estado de Goiás, Polícia Federal, e a Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária do Paraná".
O major afirmou ainda que em poder dos mesmos foram apreendidos "grande quantidade de dinheiro, uma PT Glock (arma) e vários celulares e três veículos de alto custo". Ainda segundo o policial, Magna morava há um ano em Caldas Novas em uma casa de alto padrão e teria participado de várias ações pelo País. De acordo com o major, como assaltos a empresas de transporte já ocorreram em outras partes do País, Forças de Segurança de vários Estados já investigavam casos dessa natureza.
Chácara
A polícia informa que a quadrilha chegou a alugar uma chácara próxima à cidade onde teria permanecido por cerca de quatro dias A informação chegou por denúncia à Polícia Civil ainda na segunda-feira.
Os policiais dizem que foram até a chácara, que fica próxima à rodovia MG 798, zona rural de Uberaba, mas não encontraram ninguém. Peritos também vasculharam a área em busca de pistas que pudessem indicar o destino da quadrilha ou de seus integrantes, sem sucesso.
Histórico
Na madrugada dessa segunda, o grupo, formado por aproximadamente 30 pessoas, chegou à cidade em cerca de 10 carros. Os bandidos estavam armados inclusive com uma metralhadora ponto 50, com poder de fogo para derrubar um helicóptero.
Na ação, os criminosos explodiram paredes da empresa, espalharam parafusos e pregos pelas ruas da cidade para dificultar a passagem de veículos, queimaram carros em pontos estratégicos e atiraram em transformadores de luz.
Até o momento, os policiais encontraram também outros sete veículos utilizados no assalto. Um estava com explosivos. Não há informações sobre o volume de recursos levados da empresa.

Policia Militar mata quatro assaltantes de banco após violento confronto armado e deixa um ferido em Almenara

Fonte: http://www.dojequi.com/noticia/detalhe/8394/2017/11/policia-militar-mata-quatro-assaltantes-de-banco-e-deixa-um-ferido-em-almenara.html

Ouve troca de tiros com a PM no Baixão, próximo à Almenara.

Depois de trocar tiros com uma quadrilha de bandidos especialista em assalto a bancos, Policia Militar deixa quatro mortos, um ferido e outro ainda se encontra na mata, próximo a comunidade do Baixão.
Os corpos foram levados paro o hospital Deraldo Guimarães e deverá ser levado para o IML de Teofilo Otoni.
Entenda: 
Na madrugada do dia 04 (sábado), por volta das 03h da manhã, Policia Militar entrou em confronto com um grupo de criminosos, fortemente aramados, na cidade de Rio do Prado, fato que evitou que novas agências bancarias fossem explodidas.
Durante o confronto, os criminosos entraram em uma mata e fugiram, sem ser possível localizá-los. Após buscas por toda a região do Vale do Jequitinhonha, um homem foi preso próximo à cidade de Rubim suspeito de fazer parte da quadrilha que realiza esse tipo de crime. Ele estava escondido em um matagal, em uma estrada que dá acesso à cidade de Rubim. Os policiais, durante patrulhamento, avistaram um carro escondido na vegetação; o suspeito estava no veículo e apresentou nervosismo e complicações ao tentar se explicar aos militares.
A prisão deste homem levantou a suspeita de que existam, ainda, outras pessoas envolvidas na troca de tiros com a PM escondida na cidade de Rubim.  Um grupo especial de policiais tem feito um trabalho em todas as entradas e saídas da cidade. Um helicóptero tem feito à cobertura aérea, caso haja nova tentativa de fuga pela mata escura próxima a cidade. Vale lembrar que Rubim já foi alvo do ataque de quadrilha especializada em assalto a bancos.


quinta-feira, 26 de outubro de 2017

A SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL


Na última década, a questão da segurança pública passou a ser considerada problema fundamental e principal desafio ao estado de direito no Brasil. A segurança ganhou enorme visibilidade pública e jamais, em nossa história recente, esteve tão presente nos debates tanto de especialistas como do público em geral.
Os problemas relacionados com o aumento das taxas de criminalidade, o aumento da sensação de insegurança, sobretudo nos grandes centros urbanos, a degradação do espaço público, as dificuldades relacionadas à reforma das instituições da administração da justiça criminal, a violência policial, a ineficiência preventiva de nossas instituições, a superpopulação nos presídios, rebeliões, fugas, degradação das condições de internação de jovens em conflito com a lei, corrupção, aumento dos custos operacionais do sistema, problema relacionados à eficiência da investigação criminal e das perícias policiais e morosidade judicial, entre tantos outros, representam desafios para o sucesso do processo de consolidação política da democracia no Brasil.

Imagem extraída de www.worldpress.com 
Cidade de São Paulo, centro e periferia
Lalo de Almeida/Folha Imagem

A amplitude dos temas e problemas afetos à segurança pública alerta para a necessidade de qualificação do debate sobre segurança e para a incorporação de novos atores, cenários e paradigmas às políticas públicas.
O problema da segurança, portanto, não pode mais estar apenas adstrito ao repertório tradicional do direito e das instituições da justiça, particularmente, da justiça criminal, presídios e polícia. Evidentemente, as soluções devem passar pelo fortalecimento da capacidade do Estado em gerir a violência, pela retomada da capacidade gerencial no âmbito das políticas públicas de segurança, mas também devem passar pelo alongamento dos pontos de contato das instituições públicas com a sociedade civil e com a produção acadêmica mais relevante à área.
Em síntese, os novos gestores da segurança pública (não apenas policiais, promotores, juízes e burocratas da administração pública) devem enfrentar estes desafios além de fazer com que o amplo debate nacional sobre o tema transforme-se em real controle sobre as políticas de segurança pública e, mais ainda, estimule a parceria entre órgãos do poder público e sociedade civil na luta por segurança e qualidade de vida dos cidadãos brasileiros.
Trata-se na verdade de ampliar a sensibilidade de todo o complexo sistema da segurança aos influxos de novas idéias e energias provenientes da sociedade e de criar um novo referencial que veja na segurança espaço importante para a consolidação democrática e para o exercício de um controle social da segurança.
Fonte: http://www.observatoriodeseguranca.org/seguranca