quinta-feira, 28 de abril de 2016

Até quando o Brasil fica frio? O calor vai voltar?

27/04/2016 às 23:14
por Josélia Pegorim
Fonte: http://www.climatempo.com.br/noticia/2016/04/27/ate-quando-o-br-fica-frio-o-calor-vai-voltar--1275
Atualizado 28/04/2016 às 01:04
Foram três semanas de calor muito acima do normal para abril, até que finalmente uma enorme e poderosa massa de ar frio polar conseguisse avançar sobre a América do Sul causando intenso resfriamento. O frio desta massa polar veio tão forte que foi capaz de fazer nevar em áreas do centro da Argentina, onde normalmente nem é comum nevar no inverno.
Depois do abril mais calorento em pelo menos 50 anos, em muitas áreas do Brasil, o mês termina imerso no frio desta enorme massa de ar polar, com capacidade para produzir outros recordes nos últimos dias de abril, só que de frio. A queda de neve na região serrana de Santa Catarina verificada em 27 de abril não é comum.
Além da força da pressão desta massa de ar polar, o que a tornou muito mais especial foi o fato de ter se deslocado em grande parte pelo interior do continente, sobre o território argentino e tendo pouco contato com a umidade oceânica. Isto fez com que o ar polar chegasse ao norte da Argentina preservando as características secas e muito frias originais que tinha na Antártica.




O centro de uma massa polar é sua região mais fria. Ao fazer este caminho continental, este centro polar chegou ao Brasil com maior potencial de frio. O fato de o centro polar ter chegado ao norte da Argentina facilitou a entrada deste ar polar com muita força não apenas sobre o Sul do Brasil, mas possibilitou a entrada do frio intenso sobre Centro-Oeste e sobre o Norte do Brasil.




O frio mais intenso sobre o Brasil provocado por esta grande massa polar ocorre na madrugada de 28 de abril de 2016. A tarde do dia 28 ainda será muito fria no centro-sul do país e o ar polar refresca o sul do Tocantins, o norte de Minas Gerais e o Espírito Santo. O dia 29 de abril ainda será frio, mas não como o dia 28. O ar polar ainda será sentido de maneira fraca entre o Tocantins, o sul da Bahia, Minas Gerais e o Espírito Santo.
Embora muito forte e extensa, o frio desta massa polar não chega com a mesma força em todos os lugares. Quem está mais próximo do centro da massa polar sente o ar frio com mais intensidade e de forma mais prolongada.
Confira o comentário da meteorologista Josélia Pegorim



O calor vai voltar?
Esta massa polar quebrou um bloqueio atmosférico, mudou a circulação dos ventos e o padrão de pressão sobre a América do Sul que impediam que as massas polares conseguissem chegar ao norte da Argentina, ao Paraguai e ao Brasil. Daqui para frente, outras massas polares vão chegar ao Brasil, nem sempre fortes e grandes como esta e nem sempre continentais.
O importante é que não há mais expectativa de que o bloqueio volte. Então, o calorão não vai voltar mais? Como este que tivemos em abril, tão fora do normal e por tantos dias consecutivos, não.
Mas é preciso entender que a atmosfera nunca para, o movimento do ar é contínuo. Assim,  o ar frio intenso aos  poucos se mistura com um ar mais quente e naturalmente se aquece. É o que vai acontecer a partir do dia 30 de abril. Esta forte massa polar já estará menos fria e nos primeiros dias de maio, o centro-sul do Brasil já não estará gelado como nestes últimos dias de abril.
O calorão descomunal de abril não volta, mas ainda teremos neste outono tardes quentes em muitas áreas do Sul e do Sudeste.

Nenhum comentário:

Loading...

Arquivo do blog