terça-feira, 9 de agosto de 2016

Servidor público ficará sem reajuste salarial por 2 anos

Orion Teixeira / 09/08/2016 - 06h45
A Câmara dos Deputados vota, nesta terça (9), a nova versão do projeto de renegociação das dívidas dos Estados com a União. Com sua aprovação, o governo de Minas, por exemplo, terá economia mensal de R$ 450 milhões, totalizando, no semestre, quase R$ 3 bilhões (uma folha de pagamento dos servidores ou o décimo terceiro do funcionalismo). Se votar contra, os petistas não ajudarão o governador Fernando Pimentel (PT), que terá, com certeza, o voto favorável dos tucanos.
Por outro lado, o projeto impõe duas indigestas exigências aos governos estaduais para manter o alívio no pagamento das suas prestações ao estabelecer teto para o gasto estadual, limitado à correção da inflação. A segunda é a proibição de concursos públicos e limites para concessão de reajustes e benefícios ao funcionalismo. Nos dois casos, as medidas valem por dois anos.

Nenhum comentário:

Loading...

Arquivo do blog