quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Satã 2: a nova arma militar da Rússia

O míssil nuclear Satã 2 tem alcance de 11.000 quilômetros

Após a aquisição de armamentos militares infláveis, a Rússia apresentou a nova arma de seu arsenal, agora com real poder de fogo: o míssil nuclear Satã 2. De acordo com a agência de notícias estatal russa Tass, o míssil tem alcance de 11.000 quilômetros, e sua ogiva pesa 100 toneladas.
O míssil balístico intercontinental Sarmat, ou RS-28 Sarmat, é capaz de “varrer partes da Terra do tamanho do Texas ou da França”, segundo a agência de notícias russa Sputnik. O vice-ministro da Defesa russo, Yuri Borsiov, afirmou que o míssil pode destruir alvos cruzando os pólos norte e sul, reportou a rede americana CNN.

O Makeyev Rocket Design Bureau, fabricante do míssil, informa em seu site que “o Sarmat é projetado para fornecer às forças estratégicas russas a garantia e a efetividade do cumprimento das tarefas nucleares de intimidação“ e que o RS-28 está sendo desenvolvido em parceria com os militares russos. O novo míssil deve entrar em operação a partir de 2020.
A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) tem reforçado suas defesas em países que fazem fronteira com a Rússia. Entretanto, um dos oficiais responsáveis em liderar a aliança militar, o general americano Ben Hodges, afirmou recentemente que a Otan seria incapaz de defender os países bálticos em caso de invasão das forças russas.
No início deste mês, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, anunciou a suspensão de um acordo nuclear com os EUA em que ambos os países concordaram em eliminar 34 toneladas de plutônio, quantidade suficiente para milhares de bombas nucleares. Moscou alegou que se tratava de uma resposta a “ações hostis” de Washington em relação à Rússia, após sanções americanas.
Rússia revela novo míssil "inteligente", o Satan-2
Rússia revela novo míssil nucelar, apelidado de Satã-2 (Makeyev Rocket Design Bureau/Reprodução)

Nenhum comentário:

Loading...

Arquivo do blog