quarta-feira, 11 de maio de 2016

Ministros de Dilma fazem reunião de despedida

Convocados por Jaques Wagner, ministros vão apresentar balanço das pastas. Governo Temer vai reduzir ministérios de 32 a 22

Por: João Pedroso de Campos, de Brasília - Atualizado em
O ministro-chefe do gabinete pessoal da presidente Dilma Rousseff, Jaques Wagner - 07/04/2016
O ministro-chefe do gabinete pessoal da presidente Dilma Rousseff, Jaques Wagner - 07/04/2016(Adriano Machado/Reuters)
No dia em que a presidente Dilma Rousseff deve ser afastada pelo Senado, o ministro do Gabinete Pessoal da Presidência, Jaques Wagner, convocou uma reunião com todos os ministros no Palácio do Planalto. No encontro de despedida, que começou há pouco, as pastas apresentarão um balanço de suas ações e se discutirá o destino de cada uma no iminente governo do vice-presidente Michel Temer.
Após ser criticado na condução das negociações para a composição da Esplanada de seu governo, Temer deve incorporar alguns ministérios a outros e retirar o status de algumas pastas para diminuir o número dos atuais 32 para 22. Segundo o senador Romero Jucá, que vai assumir o Planejamento, os ministérios dos Portos e a Secretaria de Aviação Civil devem ser incorporadas ao Ministérios dos Transportes; o Ministério do Desenvolvimento Agrário deve ser fundido ao Ministério do Desenvolvimento Social; e o Ministérios das Comunicações integrado ao de Ciência e Tecnologia.
Após iniciar o dia com uma caminhada nas imediações do Palácio da Alvorada, Dilma ainda não chegou à sede do governo e não vai participar da reunião. Na agenda oficial da presidente consta apenas uma reunião com o assessor especial Giles Azevedo, marcada, a princípio, para as 10 horas.

Nenhum comentário:

Loading...

Arquivo do blog