segunda-feira, 25 de julho de 2016

PMMG inicia treinamento do Batalhão Olímpico em BH com 2.315 militares

Esportes - Belo Horizonte - Minas Gerais - 
Treinamento do Batalhao Olimpico da Policia Militar, respons‡vel pela seguranca da regi‹o metropolitana de BH durante os jogos Ol’mpicos do Rio de Janeiro.
 
Foto: Uarlen Valerio/ O Tempo 20160725

Grupo especial se juntará ao policiamento diário, que também será reforçado; preparação é feita de forma abrangente, já pensando em possíveis atos terroristas

A Polícia Militar de Minas Gerais iniciou, nesta segunda-feira, os treinamentos do Batalhão Olímpico, responsável pela segurança das delegações, turistas, árbitros e da população da região metropolitana de Belo Horizonte durante as Olimpíadas do Rio de Janeiro. O grupo especial, formado por 2.315 policiais, será aliado ao policiamento diário, que também será reforçado.

O foco das ações policiais será nos locais que receberão as competições oficiais, como o Mineirão, que sediará 10 jogos de futebol, os centros de treinamentos oficiais, os hotéis onde as delegações ficarão hospedadas, as principais vias da região metropolitana, aeroportos, sistema de transporte público como Move, BH BUS e metrô, além de qualquer área que seja impactada direta ou indiretamente pelos Jogos Olímpicos, como informa o comandante do Batalhão Olímpico, o tenente coronel Lupércio Peres.
“Esse Batalhão Olímpico é um batalhão extraordinário e com o foco voltado para uma atividade suplementar das atividades rotineiras da Polícia Militar. O Batalhão vai atuar não somente nos estádios ou em seu interior, mas em todos os locais que sofram algum tipo de impacto das Olimpíadas”, afirma.

Mesmo com a prisão de suspeitos de planejarem terrorismo no Brasil, na última semana, Peres afirma que a preparação não muda, uma vez que ela já foi pensada de forma abrangente. “Não muda em nada a nossa preparação porque a Polícia Militar já vem se preparando para qualquer tipo de evento, seja no caráter de segurança pública, seja envolvendo grandes massas. Nós estamos preparados e preparando ainda mais a nossa tropa para qualquer tipo de atividade, ocorrendo ou não. A ideia é não ser surpreendido”, analisa.
A força suplementar com todos os policiais fará o treinamento de uma semana e entrará em ação do dia primeiro ao dia 21 de agosto. “Esse treinamento envolve tanto questões teóricas, com especialistas de cada setor, como também de oficinas específicas para realizar a parte prática”, diz.
O tenente Coronel afirma que jogos de grande visibilidade e público, além do embate entre Estados Unidos e França - países alvos do Estado Islâmico -, a preocupação com a segurança será ainda maior. “Nós estamos tratando todos os fatores como importantíssimos. Logicamente, existem eventos que atraem mais público, e com certeza o viés é de uma atuação mais efetiva. Em dias de jogos, com o aumento da chegada de pessoas em BH e em Minas e em dias de partidas de seleções mais conhecidas, a preocupação também será maior”. 
O militar informa ainda que existe uma integração eficiente entre a Polícia Militar e as outras forças de segurança nacionais e internacionais, para que a atuação da PM ocorra da melhor maneira possível. “Estamos muito bem integrados com todos os órgãos de defesa social. Temos tido informação de minuto a minuto, em tempo real, e isso tem tramitado muito bem dentro dos sistemas, tanto no setor de inteligência da PM quanto de outras forças com os seus setores de inteligência. Acredito que essa integração tem dado aporte para a nossa preparação, lançamento e execução das atividades”, conclui.

Nenhum comentário:

Loading...

Arquivo do blog